Artigo publicado no Site ARENA H (na íntegra)

Posted: Outubro 19, 2011 in Reportagens
Tags: , , , ,

Trucidando as Calorias

Você faz academia, mas não tem visto muitos resultados. Será que está fazendo a atividade ideal para perder calorias?
Se você é daqueles que não faz academia pelas amizades e muito menos porque gosta de se exercitar, seu objetivo é claro: queimar calorias. E então, como fazer desta rotina algo mais efetivo? Sabe-se que nove em cada dez homens que vão à academia preferem fazer musculação e esteira. Ponto. Mas, será que você está gastando seu tempo da melhor forma? Nem sempre o mais legal é o mais efetivo, então o AreaH foi atrás das respostas para a pergunta que não quer calar: quais os esportes e exercícios queimam mais calorias? Em primeiro lugar, é preciso saber como o corpo perde calorias.

“O organismo tem necessidade de gerar energia para realizar suas tarefas, desde as mais básicas até as mais complexas e intensas. Ele precisa de energia como um carro precisa de combustível para funcionar, assim, os alimentos são as principais fontes de energia. Quando uma pessoa consome mais calorias (alimentos) do que gasta na forma de atividades, seja no dia a dia ou nos exercícios, esta pessoa tende a acumular essa energia em forma de gordura, gerando a obesidade”, aponta o fisiologista e nutricionista Leonardo Oliveira, diretor da L&F Academia. O contrário também acontece: quando uma pessoa gasta mais que consome, tende a gerar um estado de baixo peso.

Mas, e quanto aos esportes? “Os que têm maior demanda de energia são os que exigem deslocamentos rápidos e intensos, como, por exemplo, o basquete, o vôlei, futebol e corrida. E o esporte recordista de queima de calorias é o squash, que proporciona perda de cerca de 700 a 800 calorias por hora”, revela Leonardo. A procura pela prática do esporte tem crescido bastante entre os homens.

Outra atividade que está muito em alta nas academias incorpora justamente esta ideia: o treinamento funcional. “Trata-se de uma série de exercícios para o corpo todo e que, dependendo de seu nível de intensidade, pode queimar até 800 calorias por hora. Não há contra-indicações, até mesmo os homens com um baixo condicionamento físico podem fazer a atividade”, explica Rogério Mendes Nogueira, professor de Educação Física na academia Competition e autor do livro Podologia Esportiva.

Claro, os resultados nem sempre serão tão evidentes no início do treinamento, justamente devido a menor intensidade da atividade, mas a tendência é que conforme o corpo ganhe condicionamento físico (logo, possa aumentar a intensidade do exercício), ele perca cada vez mais calorias.

E há quem se pergunte neste momento: e quanto à corrida? Sim, ela é bastante efetiva, mas o cálculo da perda de calorias depende muito de cada pessoa e da intensidade do ritmo – a média gira entre 600 e 800 calorias, assim como o ciclismo (se praticado em grande intensidade). A dica para ela se tornar de fato “matadora de gorduras” é procurar um personal trainer e calcular a melhor frequência de seus batimentos durante a atividade. Às vezes você acha que está perdendo muitas calorias se matando de correr, quando com um batimento cardíaco menos intenso, poderia estar perdendo até mais.

Devido à explosão típica do esporte, o tênis também é bastante efetivo, pois trabalha tanto aeróbico quanto anaeróbico. Outra excelente opção é o basquete, mas só se jogado em grande intensidade. Assim como o tênis, o esporte alia exercícios de alongamento e aquele pique na corrida. Boxe, natação e até o futebol com seus amigos são esportes bons para perder calorias, mas não os mais efetivos (a perda de caloria gira em torno de 400 e 600 calorias).

Alimentação não é tudo igual
Não adianta nada você se matar de correr e pular na academia, perder as 800 calorias tão sonhadas e então perceber que sua dieta alimentar é dez vezes maior que isso. Sabendo que o grande segredo do emagrecimento é ficar com “déficit” de calorias nessa balança, é preciso procurar um nutricionista (em alguns casos até mesmo um nutrologista, também especializado em questões metabólicas.

Por exemplo, se você fosse um atleta, certamente sua alimentação seria diferente. “A dieta dos atletas são muito específicas, assim como o treinamento. Uma dieta para um atleta de sumô seria em torno de dez mil calorias, muita massa e alimentos gordurosos para uma modalidade que tem muito pouco gasto energético, tempo mais reduzido de treinamento e outras particularidades. Para um ciclista poderia ser em torno de seis mil calorias de proteína, carboidratos simples e suplementos para um treinamento de quatro a seis horas por dia, intenso e muito desgastante”, explica Leonardo Oliveira.

Todavia, apesar de squash e treinamento funcional serem exemplos de ótimos exercícios para se perder calorias, nenhum método isolado tem garantia de sucesso. É preciso ter em mente que o treinamento é aliado de uma boa alimentação e hábitos saudáveis.

“Para aqueles homens que buscam perder peso, o importante é focar em atividades com alto gasto energético, como o spinning, as artes marciais, a corrida e qualquer outra modalidade que seja de alta intensidade e com pouco descanso. Nunca esquecendo da musculação, pois quanto maior a massa muscular do indivíduo, maior seu gasto energético diário”, lembra Diogo Attianezi Bracet, personal trainer da academia Vip Training. Nesse caminho, perder a barriga é coisa rápida.

Artigo publicado no dia 30/08/2011

Fonte: ARENA H

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s